Arte, ciência e tecnologia para o desenvolvimento humano

Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação

Educação, saúde e economia criativa

Objetivo do projeto

Implantar um programa extracurricular de formação em arte, ciência e tecnologia, que amplie o acesso das crianças e adolescentes de escolas públicas a novas experiências perceptivas e criativas e que promovam seu desenvolvimento integral.

Dados de captação

Valor total do projeto: R$ 160.000,00
Valor captado até o momento: R$ 300,00
% captado: 0%
Saldo a captar: 159.700,00

Problema Social

Toda crianças nasce com potencial criativo e transformador, em qualquer região do Brasil e do mundo. Contudo, na esmagadora maioria dos pequenos municípios brasileiros, em especial nas regiões norte e nordeste, crianças e adolescentes não dispõem de praticamente nenhuma oportunidade de aprendizagem criativa. Quando adicionamos o fato de que a qualidade da educação tradicional nestes municípios é bem abaixo do desejável, temos as condições perfeitas para a perpetuação do ciclo de pobreza, ao mesmo tempo em que o Brasil desperdiça gerações de jovens talentos.

Solução

Em Santa Luzia do Itanhy, sul de Sergipe e um dos municípios mais pobres do Brasil, o IPTI tem construído tecnologias sociais em educação empreendedora, nas áreas de ilustração, programação, música e cinema, cujo ponto de partida é selecionar alunos de escolas públicas municipais que demonstram maior aptidão para cada uma destas tecnologias. Para estes alunos mais talentosos o IPTI oferece a melhor formação possível e acesso a recursos de qualidade profissional, ao mesmo tempo em que vai identificando aqueles alunos com maior potencial de disseminador do conhecimento. Estes alunos são preparados para atuarem como instrutores das tecnologias nas escolas dos seus respetivos povoados, assegurando continuidade do processo de seleção e formação de novos talentos, ao mesmo tempo em que inspira crianças e adolescentes com os resultados surpreendentes que o grupo de elite consegue obter (ver Anexo I da proposta, com resultados de parceria com a Osklen e Banese). Esta metodologia do IPTI já permitiu que beneficiássemos mais de 3.000 alunos da rede municipal, nos últimos 3 anos, a um custo acessível para o município, e agora o desafio é integrar estas atividades de arte e tecnologia com os conteúdos curriculares das escolas. Ou seja, integrar o ensino de ilustração com os conteúdos de ciência, o ensino de programação com os conteúdos de matemática, e assim por diante. Com isso, esperamos consolidar cada vez mais estas tecnologias sociais e contribuir para uma aprendizagem criativa e mais inspiradora para os alunos da rede pública municipal de ensino.

Metodologia

A inserção de cursos de arte e tecnologia nas escolas ocorrerá no contraturno das aulas. Em todas as comunidades de Santa Luzia do Itanhy que serão beneficiadas pelo projeto temos jovens capacitados para atuarem como instrutores nas escolas, com atividades de ilustração, programação, cinema e música, sendo que a proposta prevê duas horas de aula semanais para cada atividades. Cada uma das escolas beneficiadas dispõe de laboratório de informática, mantido com apoio do IPTI e parceiros, de maneira que o projeto conta com os recursos tecnológicos necessários. Como a metodologia de inserção de arte e tecnologia nas escolas já está consolidada, o desafio para 2019 é integrar estas atividades com os conteúdos curriculares das escolas, num modelo de aprendizagem criativa. Para isso, o projeto prevê atividades de planejamento participativo, reunindo a coordenação e os instrutores do projeto junto com professores das escolas beneficiadas, para que as atividades de arte e tecnologia dialoguem com os conteúdos das disciplinas. Este planejamento ocorrerá a cada 2 meses, alinhando com as avaliações bimestrais que as escolas já realizam. Ao final de cada semestre vamos realizar uma feira de arte, ciência e tecnologia em cada uma das escolas, apresentando os melhores trabalhos, numa estratégia de dar visibilidade ao projeto e atrair a comunidade escolar à proposta.

Metas

Descrição da meta 1_Tri 2_Tri 3_Tri 4_Tri
Alunos beneficiados nos cursos de i 120 100 80 80
Alunos beneficiados nos cursos de p 120 100 80 80
Alunos beneficiados nos cursos de c 0 0 80 60
Alunos beneficiados nos cursos de m 0 0 80 60
Feiras de arte, ciência e tecnologi 0 1 0 1

400 beneficiados


45%

55%
Abrangência: Santa Luzia do Itanhy (SE)

Beneficiados por faixa etária

Crianças: (0%)
Adolescentes: (100%)
Adultos: (0%)
Idosos: (0%)

Cronograma

Atividades Jan-2019 Dez-2019
Planejamento das aulas
Ensino de ilustração
Ensino de programação
Ensino de cinema
Ensino de música
Realização de feiras

Apoiadores