fbpx

Alok faz primeiro repasse da arrecadação por meio de royalties da canção “Ocean”

O DJ entregou, pessoalmente, o cheque simbólico no valor de R$ 100 mil às duas instituições beneficiadas

O sucesso da canção “Ocean”, do DJ Alok, já é escancarado. Prova disso, são os mais de 50 milhões de streams nas plataformas digitais. E para registrar o bom momento, o músico fez, na tarde dessa quarta-feira, dia 4, o repasse de R$ 100 mil, arrecadados por meio de royalties, ao Hospital Pequeno Príncipe e ao GRAAC.

O Hospital Pequeno Príncipe foi uma das instituições escolhidas por Alok para receber os royalties da música “Ocean” logo que foi lançada. A composição, assinada pelo músico com seus parceiros de longa data, IRO e Zeeba, é uma homenagem a uma fã do artista que tinha o sonho de conhecer o mar, mas que, infelizmente, morreu em decorrência de um câncer aos 12 anos – e sem realizar o sonho. A escolha do Pequeno Príncipe se deve ao fato da instituição ser referência no tratamento oncológico pediátrico há 50 anos.

“Isso vai muito além de uma contribuição social. Quando eu crio vínculos com a realidade das pessoas, meus pés permanecem ainda mais no chão. Contribuir com a felicidade dos outros traz à minha missão um sentido e esse é o que mais me satisfaz. Fama, sucesso e dinheiro não tornam você melhor; empatia, solidariedade e respeito sim. O mundo não muda com opinião, mas sim com exemplo, e divulgar causas como essa atraem pessoas que pensam como eu a contribuírem também”, garantiu Alok na entrega dos cheques.

A canção ganhou um videoclipe de oito minutos, tendo no elenco nomes de peso: Rodrigo Santoro, Marina Ruy Barbosa, Maria Manoella e Genézio de Barros. Além disso, o DJ postou um depoimento recentemente sobre a história da composição, que viralizou na internet. É o maior lançamento do artista, sendo hoje uma das músicas mais executadas no Brasil.

Oncologia no Pequeno Príncipe

O Serviço de Oncologia do Pequeno Príncipe é o maior do Paraná e atende crianças e adolescentes desde o início da década de 1960. Anualmente, cerca de 110 novos pacientes são atendidos na instituição, que oferece tratamento completo e multidisciplinar.